Mais pelos Pacientes Especiais

Pacientes Especiais

Foi fundada em 26 de novembro de 2015 a Academia Interamericana de Odontologia para Pacientes Especiais (AIOPE). O evento tomou forma no salão nobre do NH Hotels, na cidade de Santiago do Chile, que também foi palco do 4º Congresso Latino Americano de Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais (ALOPE) e contou com a presença dos acadêmicos de vários países latino-americanos.

Academia (do grego antigo Akadémeia) é o nome dado, no Ocidente, a várias instituições vocacionadas para o ensino superior e ensino universitário na promoção das suas atividades artísticas, literárias, científicas, filosóficas, etc. A designação provém da escola de filosofia que Platão fundou na Grécia Antiga, em 387 A.C., em Atenas, em um espaço dedicado à deusa Atena que, segundo a tradição, pertencera a um personagem mitológico com o nome de Academo.

A iniciativa da formação da AIOPE partiu do cirurgião-dentista Roberto Elias, do Rio de Janeiro. A princípio, o Dr. Roberto, profissional que milita na área dos pacientes com necessidades especiais (PNE) há muitos anos, pensava em uma academia brasileira, porém, rodando por vários países, ministrando palestras e conferências sobre o tema, perguntou-se: por que não uma academia de profissionais que abrangesse toda a América? Por razões logísticas, culturais e aptidões, optou-se por convidar apenas acadêmicos latino-americanos.

Os profissionais convidados demonstraram, ao longo dos anos, um interesse não apenas profissional, nem meramente técnico, mas estavam movidos pelo sentimento humanista, encarando a especialidade como quem valorizava o saber crítico, voltado para o maior conhecimento do homem, da ciência e capaz de desenvolver as potencialidades da condição humana.

A recém-fundada AIOPE é uma entidade civil, filantrópica, de utilidade pública e sem fins lucrativos. Foi formada por uma plêiade de profissionais da especialidade e visa reunir professores e cirurgiões-dentistas de todos os países latinos para, congregados, trabalhar intensamente pelo aprimoramento constante do ensino odontológico na área dos Pacientes com Necessidades Especiais e, consequentemente, pela constante atualização dos procedimentos técnico-científicos da Odontologia Latino-americana. Como consequência, a Academia pretende beneficiar a população geral, especificamente as pessoas com necessidades especiais, promovendo saúde bucal e geral, com inclusão e melhora na qualidade de vida dessa população, ainda desassistida pelas comunidades médicas e odontológicas.

A missão da Academia Interamericana de Odontologia para Pacientes Especiais é conseguir a satisfação e suprir as expectativas dos seus membros e da especialidade, visando à melhoria acadêmica e de pesquisa e salvaguardar os interesses comuns da Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais, para ajudar a desenvolver a especialidade, sob princípios éticos de excelência, honestidade, qualidade e responsabilidade social.

Os membros fundadores da AIOPE receberam o título vitalício e, como popularmente conhecido, lograram a alcunha de “imortais”. Alguns profissionais foram convidados, mas por problemas pessoais em seus países de origem não puderam comparecer ao evento. Ao todo 22 membros, de oito países, foram agraciados com o diploma, medalha e broche da academia. Foram eles:

  • Aida Sabbagh Haddad, Brasil – SP
  • Alcira Miranda, Bolívia
  • Angela Liliana Grandas Ramirez, Colômbia
  • Aquila Dantas, Brasil – RN
  • Edith Falconi, Peru
  • Efrain Rojas, Chile
  • Eliane Aranha Ribeiro, Brasil – AM
  • Gabriela Scagnet, Argentina
  • Hernan Machado, Argentina
  • José Reynaldo Figueiredo, Brasil – SP
  • Keuly Souza Soares, Brasil – AM
  • Marcela Aparecida Ferreira de Camargo, Brasil – SP
  • Marcello Feitosa Boccia, Brasil – SP
  • Maria Helena Pinheiro da Costa, Brasil – Brasília
  • Myriam Alvarenga Groos, Paraguai
  • Norma Cristina Boehler Iglesias Araujo, Brasil – MT
  • Norma Lúcia Luz Sampaio, Brasil – BA
  • Patricia Di Nasso, Argentina
  • Roberto Elias, Brasil – RJ
  • Silvia Carolina Castellanos de León, Guatemala
  • Viviane Pereira, Brasil – RJ
  • Walter Oscar Lopresti, Argentina

jose reynaldoJosé Reynaldo Figueiredo
Cirurgião-dentista. Doutor em Ciências Odontológicas. Mestre em Deontologia e Odontologia Legal. Especialista em Odontopediatria. Especialista em Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais. Especialista em Implantodontia. Vice-Presidente da Associação Brasileira de Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais (ABOPE). Membro do Conselho e do Comitê de Educação da iADH (International Association for Disability and Oral Health). Membro do Grupo de Trabalho, do Ministério da Saúde referente às “Diretrizes de Atenção à Saúde Bucal da Pessoa com Deficiência no SUS”. Responsável pela “Clínica Sorrisos Especiais”. 

DEIXE UMA RESPOSTA