Marketing odontológico em prática

marketing odontológico

O profissional que desenvolve estratégias de marketing odontológico em sua atividade é aquele que já percebeu que seu consultório deve ser gerenciado como uma empresa. É aquele que enxerga seu paciente como um cliente a ser satisfeito e conquistado a cada contato. É o dentista compromissado com a qualidade do serviço, com a excelência no atendimento, com a profissionalização de sua equipe e com a satisfação de seus clientes.

Quando nos referimos ao marketing odontológico, não estamos nos restringindo às ações de propaganda. Além da comunicação, o marketing envolve também o atendimento ao cliente, a prestação dos serviços, a apresentação do consultório e de seus colaboradores, a conveniência, a definição dos honorários, entre outros.

Investir nas instalações e nos equipamentos de seu consultório é uma estratégia importante no plano de marketing odontológico. A começar pela sala de recepção. É importante que ela seja confortável, organizada e que transmita profissionalismo e higiene. Poltronas e sofás limpos e confortáveis, um som ambiente tranquilo ao estilo flashback, lounge ou MPB (fazendo jus ao termo “música de consultório”), revistas atualizadas, rede wi-fi disponível. Tudo para que o cliente se distraia e se sinta relaxado antes do atendimento.

Quanto à comunicação, algumas ações se mostram eficientes, exigindo pouco investimento. A criação e a manutenção de um perfil profissional nas redes sociais, como Facebook e Linkedin, podem se mostrar valiosas. Como o objetivo é a promoção profissional, recomenda-se postagens sobre artigos e novidades da área odontológica, bem como informações sobre cursos e novas titulações conquistadas pelo dentista. Vale também dicas e orientações sobre higiene bucal. Proferir palestras a associações de classe, instituições de ensino e entidades filantrópicas podem render bons frutos. Sugerimos também escrever artigos para revistas, jornais, portais e tabloides da cidade. A ordem aqui é conquistar visibilidade. E se o profissional se sentir à vontade, por que não a produção de vídeos para inserção em mídias sociais, como o YouTube? Os vídeos não necessitam obrigatoriamente de uma produção profissional. O que interessa é o conteúdo. Aqui, mais uma vez, faz-se interessante dicas, orientações e alertas sobre a saúde bucal.

Como o prestador de serviços profissionais depende muito da recomendação e de indicações para a conquista de novos clientes, ao dentista exige-se a prática eficiente e constante do networking. Ele deve se aproveitar de sua rede de relacionamentos para promover seus serviços. Aproveitar cada oportunidade para fazer o seu marketing pessoal – festa familiar, eventos sociais, congressos, encontros profissionais, igreja, associação esportiva. Para isso, cartões de visitas na carteira é imprescindível. Aqui, a palavra de ordem é: promover-se sem parecer chato.

Quando as estratégias de comunicação surtirem efeito, os clientes começarão a procurar o consultório. O primeiro contato deste cliente com a equipe médica é o que chamamos de “a hora da verdade”. É o momento em que o cliente terá a primeira – e talvez – a única impressão sobre a imagem dos profissionais. Por isso, a capacitação de toda a equipe de atendimento – secretária, atendente, auxiliares – se mostra imprescindível. Treinamentos e cursos na área comportamental e técnica para todos que terão contato, de forma direta ou indireta, com os clientes.

Mas o que garante a rentabilidade e o sucesso do profissional de Odontologia não é a conquista, e sim a manutenção de seus clientes. Isso significa que ele deverá adotar ações de relacionamento e retenção de clientes. E tudo começa com um banco de dados contendo os principais dados do cliente, como seu e-mail, endereço completo, data de nascimento, time que torce, data de casamento entre outros. Essas informações serão usadas para o envio de felicitações no dia do aniversário, Natal, aniversário do casamento, entre outros. Tudo com o intuito de manter próximo seus clientes, além de conseguir recomendações que lhe propiciem novos clientes.

Como podemos perceber, o marketing odontológico é amplo e não obrigatoriamente exige altos investimentos. O importante é manter sempre o foco no paciente (cliente), buscando incessantemente a sua satisfação.

Amigo empreendedor da Odontologia, continue aprendendo. Continue empreendendo.


FábioFábio Iwakura
Graduado em Administração de Empresas. Especialista em Marketing e Desenvolvimento Gerencial. Possui mais de 20 anos de experiência na área de Marketing e Gestão de Negócios. Consultor de gestão de consultórios odontológicos. Sócio-diretor da Inteligência Consultoria Empresarial. Docente dos cursos de Graduação e Pós-graduação (MBA). Palestrante. 

DEIXE UMA RESPOSTA