Todos contra a cárie

Apelidado de Vacinação Contra a Cárie, projeto defende o acompanhamento odontológico regular.

cárie

Com um projeto de aplicação simples, o endodontista Geraldo Stocco conseguiu subir para 70% o número de crianças em idade escolar sem incidência de cárie na comunidade onde atua, em Ponta Grossa – PR.

A ação, apelidada de Vacinação Contra a Cárie, baseia-se em acompanhamento odontológico regular, com fiscalização feita por meio das anotações feitas pelo dentista na carteira de vacinação da criança atendida em postos de saúde. Com a medida, agentes comunitários e instituições que realizam as visitas comunitárias conseguem obter maior controle sobre os atendimentos odontológicos e alertar pais e responsáveis sobre a importância do acompanhamento da saúde bucal. Durante as campanhas de vacinação o número de retornos é ainda maior.

O Dr. Stocco conta que a ideia surgiu quando percebeu que o número de crianças com cárie que iam ao seu consultório para tratamento de canal e extração do dente cariado estava aumentando gradativamente. “Resolvi procurar a falha do sistema de acompanhamento dessas consultas, então percebi que as mães perdiam o papel de retorno e só apareciam novamente quando o problema estava grave”, contou.

Para conseguir um espaço reservado para a Odontologia na carteira de vacinação, em 2004 o projeto foi levado para o então coordenador nacional de saúde bucal, o que contribuiu para uma mudança efetiva no documento. “O projeto piloto foi aplicado na comunidade onde atuo, mas em 2011 a estratégia foi levada para a Rede Mãe Paranaense, do governo do Estado do Paraná”, contou. Ele diz que, para que outras comunidades sejam beneficiadas é preciso apenas que os colegas apliquem o projeto.


Fonte: Associação Brasileira de Odontologia

DEIXE UMA RESPOSTA