Sobre a reabilitação protética auricular

A perda de uma orelha pode ocorrer por diversas etiologias: distúrbios de desenvolvimento, traumas ou patologias. Pode trazer complicações funcionais à audição e comprometimento estético ao paciente acometido.

A reabilitação pode ser cirúrgica plástica ou protética. A reabilitação protética é de responsabilidade do cirurgião-dentista especialista em Prótese Bucomaxilofacial. Demanda tempo clínico e laboratorial. Sua complexidade depende do grau de comprometimento da perda e dos detalhes anatômicos que devem ser observados.

A prótese auricular é confeccionada baseada no modelo da orelha sã contralateral e/ou de uma série de medidas antropométricas que auxiliam em suas proporções. O enceramento ou a modelagem da prótese auricular é obtida, verificando-se seus limites, projeção e posição craniofacial.

Com a modelagem pronta, uma mufla é obtida, e é vertido o material de eleição, que foi estabelecido no momento de planejamento protético.

A prótese auricular pode ser confeccionada em resina acrílica ou silicone. Pode ter a retenção na porção remanescente, em armação de óculos e também podem ser implantossuportadas. Vale salientar que as próteses faciais implantossuportadas recebem implantes específicos, com proporções indicadas e com sítios pré-estabelecidos por estudos que determinam, por meio de espessura óssea, o melhor posicionamento do implante.

No momento da inclusão em mufla, o paciente deve estar presente para que a coloração do material de escolha seja realizada com mais fidelidade possível, copiando detalhes de vênulas, nuances e possíveis manchas da pele.

Após a cura ou a polimerização do material – devidamente pigmentado e prensado, a peça protética é retirada da mufla, polida e provada no paciente, respeitando o meio de retenção escolhido.

O paciente deve ser acompanhado por um período de tempo, retornando sempre para observar alocação simétrica da prótese, adaptação e manutenção.


Dr. ReinaldoReinaldo Brito e Dias
Cirurgião-dentista. Chefe e Professor Titular do Departamento de Cirurgia, Prótese e Traumatologia Maxilofaciais da FOUSP. Professor Responsável pela Disciplina de Prótese Bucomaxilofacial da FOUSP. Professor Responsável pela Área de Concentração de Prótese Bucomaxilofacial do Programa de Pós-Graduação da FOUSP. Presidente da Câmara Técnica de Prótese Bucomaxilofacial do CROSP. Presidente do Conselho Curador da FFO Fundecto. Membro da Academy of Dentistry International. 

DEIXE UMA RESPOSTA