CFO cria Comissão Especial para discutir Radiologia

A Comissão, formada pela Portaria CFO-SEC-103, dedica-se à discussão dos assuntos pertinentes ao exercício da Radiologia e Imaginologia no âmbito da Odontologia no Brasil.

O assunto é polêmico: o exercício da Radiologia Odontológica praticado por cirurgiões-dentistas e técnicos em saúde bucal vem sofrendo represálias por parte do Conselho Federal de Técnicos em Radiologia (Conter).

O Conter afirma que a Radiologia Odontológica é de competência exclusiva dos técnicos em Radiologia, e que a fiscalização dessas atividades é de sua responsabilidade. Por isso, tem feito fiscalizações em clínicas e consultórios odontológicos por todo o Brasil, multando profissionais da Odontologia por alegado exercício ilegal da profissão.

Além disso, o Conter tem feito uma campanha pesada em redes sociais, nas quais insinua que outros profissionais, além do técnico em Radiologia, não são qualificados para o exercício da Radiologia Odontológica e que podem colocar a saúde dos pacientes em risco.

A Comissão começou a analisar o assunto para definir estratégias para lidar com esse impasse, que prejudica os profissionais da Odontologia no Brasil. Segundo Matoso, o CFO está atento a qualquer conflito que atente contra o exercício profissional dos cirurgiões-dentistas e técnicos em saúde bucal.

Primeira reunião 

A primeira reunião da Comissão Especial de Assessoramento sobre o Exercício da Radiologia Odontológica e Imaginologia do Conselho Federal de Odontologia (CFO) foi realizada no dia 28 de setembro, oito dias após sua criação.

O encontro contou com a presença de três dos quatro membros da recém-formada comissão: Rodrigo Ivo Matoso (CRO-RR), Maurício Barriviera (CRO-DF) e Mychelle Schmitt Gurgacz (CRO-PR). O quarto membro da comissão é Antonio Alberto de Medeiros Ferreira (CRO-RR).

Fonte: CFO

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA