Soluções em Endodontia

dentista com lupa na boca do paciente

Por: Vanessa Navarro

Muito bem-humorado e com uma didática impecável, o endodontista Renato de Toledo Leonardo exibiu aos congressistas as propostas de como fazer uma Endodontia coesa e eficaz.

Durante duas horas, o filho e neto de também cirurgiões-dentistas manifestou o seu jeito de realizar a prática endodôntica, destacando que existem várias maneiras de pensar Endodontia e defendendo o que ele acredita que é a forma correta nos dias atuais. “A Endodontia está sempre em mutação, assim como o jeito de pensar e fazer a Endodontia”, esclareceu o especialista.

Com a missão de envolver a todos os presentes, o também Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Endodontia informou que o tratamento endodôntico é o procedimento que mais demanda técnica na Odontologia. “A Endodontia é relativamente simples, mas quando complica, complica mesmo”, defendeu. “Às vezes não é fácil fazer o diagnóstico, isolar, anestesiar”, completou.

Para dar margens ao sucesso endodôntico, o mercado dispõe de equipamentos essenciais para um trabalho bem-sucedido. “Magnificação, boa qualidade de luz, microscópio, lupas, ultrassom são uns dos fatores que facilitam, hoje, o trabalho do endodontista”, elucidou o profissional de saúde bucal.

Além de contar com mecanismos facilitadores, o bom endodontista deve se avaliar após cada tratamento realizado. O palestrante explicou que é muito importante entrar em contato com o paciente após um ou dois anos para questiona-lo sobre a satisfação em relação ao seu cuidado profissional.

A Endodontia consiste no controle da infecção, e existem, segundo o especialista, alguns passos que podem garantir o sucesso do tratamento. São eles: dente sem dor, oclusão correta, sem fístula, coroa reconstruída e ausência de problemas periodontais. “Alcançando esses cinco termos, você será clinicamente bem-sucedido”.

Critério de avaliação e estratégias endodônticas

O endodontista Renato de Toledo Leonardo, que tem o seu nome na Faculdade de Odontologia na Cidade do México, deu algumas dicas sobre critérios de avaliação.

Além da avaliação radiográfica, que traz imagens do antes e do depois do tratamento, existem outras maneiras para ter a certeza do resultado positivo do trabalho realizado. “A tomografia também é um método de avaliação de sucesso, pois apresenta imagens com opções tridimensionais, que mostram o tratamento endodôntico”, explicou. “Os critérios histopatológicos e microbiológicos também avaliam o sucesso”.

O papel do endodontista é salvar o dente. E existem estratégias quase infalíveis para conquistar tal objetivo. O especialista apontou cada uma dessas estratégias, exemplificando com imagens e mostrando suas funcionalidades em Endodontia. “radiovisiógrafo, tomógrafo, lupa, microscópio operatório, ultrassom são grandes aliados. A soma dos dois últimos é uma dupla maravilhosa para obter ótimos resultados do tratamento endodôntico”, exemplificou.

Renato de Toledo Leonardo finalizou a apresentação exibindo os mais recentes equipamentos, instrumentais e componentes responsáveis pelo êxito do tratamento endodôntico. Com imagens e vídeos, o endodontista explicou o passo a passo de alguns tratamentos realizados e cedeu dicas preciosas para triunfar nesse mercado. “O aprendizado de novas tecnologias requer conhecimento, habilidade e treino”, concluiu.

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA