Polícia Federal apura fraudes no CFO

fraudes no CFO

Com o intuito de investigar denúncias de crimes de peculato, estelionato qualificado, associação criminosa e lavagem de dinheiro, a Polícia Federal instituiu, na última terça-feira, a “Operação Tiradentes”.

A operação, realizada em parceria com o Ministério Público Federal e o Tribunal de Contas da União, envolveu 60 policiais federais, e resultou em cinco prisões e em 15 mandados de busca e apreensão em Niterói e São Gonçalo, no Rio de Janeiro; na capital do Amazonas, Manaus; em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul; na cidade de Araguaína, no estado do Tocantins; e também em São Paulo e Brasília.

Além das cinco prisões, foram apreendidos cerca de R$ 250 mil em espécie e seis carros de luxo.

De acordo com a Polícia Federal, os desvios podem ultrapassar a quantia de R$ 5 milhões.


Da redação

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA