Fumantes têm saúde bucal comprometida

O narguilé pode ser fator determinante para o câncer de boca e também para doença periodontal.

fumantes

O cigarro é um dos principais fatores para o câncer de boca, mas outros problemas sérios também afetam a saúde bucal dos fumantes. Os fumantes são mais sensíveis à doença periodontal, que pode levar até a perda dos dentes, e o processo de cicatrização de feridas na boca é mais lento. O tema da campanha de combate ao fumo deste ano é o narguilé e a iniciação ao fumo.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o consumo de narguilé vem aumentando, principalmente entre jovens do sexo masculino. Dividir o narguilé com outros usuários deixa o fumante exposto ao vírus do herpes, a outras doenças da boca, à hepatite C e à tuberculose.

“Se o transmissor estiver com herpes na fase ativa, essa é a principal doença infecto contagiosa a ser transmitida quando do uso coletivo do narguilé”, afirma o cirurgião-dentista Luís Marcelo Sêneda, da SM Oral Care Clínica Odontológica.

O tabagismo, de modo geral, provoca o desenvolvimento mais rápido da placa bacteriana. Se não for removida a tempo, e se tornar de caráter crônico, a gengiva pode ser afetada, não segurando mais os dentes. Esse é um dos graves problemas que ocorre com os fumantes.

Além de os dentes ficarem amarelos por causa da nicotina e provocar mau hálito, o hábito de fumar gera problemas para a cicatrização de feridas na boca, por conta das mais de 4,7 mil substâncias tóxicas presentes na fumaça do cigarro.

O dentista Luís Marcelo Sêneda recomenda, ainda, que seja indicado o autoexame bucal. “A realização periódica do autoexame leva o paciente a conhecer a estrutura normal da boca e identificar possíveis anormalidades”, avalia.

Informações: SM Oral Care Clínica Odontológica

DEIXE UMA RESPOSTA