Estudantes de Odontologia e a ética profissional

A Comissão de Educação do CFO, reunida recentemente no estado do Rio de Janeiro, traçou como meta prioritária de ação a conscientização dos estudantes universitários de Odontologia sobre a importância da ética profissional de cirurgião-dentista.

Os membros da comissão acreditam que a forma mais efetiva para reduzir as infrações é por meio da difusão dos valores éticos da profissão, no momento da formação universitária dos futuros cirurgiões-dentistas. Na visão dos membros da comissão, o trabalho de informação, orientação e educação é muito importante.

A comissão pretende iniciar nos próximos meses uma série de ações nas instituições de ensino superior, em parceria com entidades da classe odontológica e universitárias. O objetivo é informar aos estudantes de Odontologia os parâmetros do Código de Ética da profissão sobre temas como propaganda irregular (capítulo XVI), relacionamento entre os profissionais e colaboração técnico-científica (capítulo V – seção II), quebra da confiabilidade entre paciente e profissional (capítulo V – seção I), documentação odontológica/prontuário (capítulo VII) e sigilo profissional (capítulo VI).

Participaram da reunião o presidente da comissão João Américo Normanha Novaes (MG) e os membros Altair Dantas de Andrade (RJ), Eduardo Ferreira da Motta (MS), Francisco Xavier Paranhos Coêlho Simões (BA), Jorge Luiz Cascardo (MG), Maria Carméli Correia Sampaio (PB) e Marlio Ximenes Carlos (CE).


Fonte: CFO

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA